O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2017 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

28 agosto 2006

Proposta: camponeses accionistas de mega-projectos

O jornalista e director do semanário Zambeze, Salomão Moyana, escreveu um editorial do qual seleccionei os seguintes dois parágrafos, que certamente vão obrigar o Capital a reflectir:

"Ninguém sabe porque é que a nossa legislação não permite que os camponeses afectados por mega-projectos, em vários cantos do País, possam tornar-se accionistas desses mega-projectos, eliminando, de uma vez por todas, a sua pobreza secular. O que se assiste é um piedoso movimento de movimentação/deslocação e reassentamento, muitas vezes, em terras menos férteis e culturalmente desajustadas aos interesses das populações “donas” das terras cujos subsolos possuem minérios que cativam os mega-projectos.
Imaginem, compatriotas, as populações de Topuito como accionistas do mega-projecto de areias pesadas de Moma! Imaginem a revolução que isso não causava, não só nas suas vidas, como o seu efeito multiplicador no desenvolvimento de toda a costa de Moma até Angoche, alcançando Mogovolas e arredores! Imaginem que às populações de Chibuto fosse permitido pela lei, negociar, através do seu administrador distrital, acções no mega-projecto de areias pesadas do “Corridor Sands”! E imaginem o resto de mega-projectos deste País, os quais, apesar de serem projectos do primeiro mundo, possuem, nos seus arredores, cinturões de pobreza absoluta do quinto mundo. A enxada não será suficiente para mudar a face destas populações. É preciso que haja criatividade legislativa para se acelerar o passo!"
______________________
http://www.zambeze.co.mz/zambeze/artigo.asp?cod_artigo=174500

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home