O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2017 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

26 janeiro 2010

"Militares querem Mugabe até 2020"


Militares querem Mugabe até 2020 - a conferir no TheZimbabwean, aqui. O presidente do Zimbabwe fará 86 anos em Fevereiro (recorde o seu aniversário o ano passado, aqui e aqui) e 30 anos de poder em Março. Em 2020, caso esteja ainda vivo, completará 96 anos. Se quer ler em português, use este tradutor, aqui. Se quer ampliar a imagem, clique sobre ela com o lado esquerdo do rato.

38 Comments:

Anonymous Anónimo said...

E...porque não até 2030? O homem já provou ter pacto com alguém....

Isto vindo de militares.....ou será que constitucionalmente tentam preparam já o futuro para outro...Mugabe?

26/1/10 11:55 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Loucura TOTAL

26/1/10 11:57 da manhã  
Blogger umBhalane said...

Entendo ser uma aspiração legítima dos militares da ZANU - afinal não são eles os "libertadores" do país, e Mr. Mugabe, a sua face visível?

26/1/10 12:25 da tarde  
Anonymous Viriato Dias said...

Uma decisão justa dos militares da ZANU. Aplaudo e assino por baixo.

Vamos lá ver uma coisa: um líder carismático como é o caso do Mugabe a ser apoiado pelos militares (o útero da estabilidade da maioria dos países africano) é um sinal claro de que o país mais prefere um "ditador forjado" do que lacaios açucarados, cuja governabilidade não duraria meia dúzia de meses. Mais vale, repito, ter um Mugabe velho e "caduco", mas com estabilidade, do que os ditos santos democratas que matam e pilham os seus povos com discursos enfadonhos e robalheiras. Há exemplos claros disso, é só escavarmos a nossa memória.

Se o país vai tão mal assim - dirão os meus opositores - como é que se explica que ainda hoje deslocam-se para o Zimbabwe moçambicanos e gente de outras nacionalidades para serem formados em mais diversas áreas? Recebi há dias um amigo formado em gestão no Zimbabwe que me confirmou que aquele país está a ser "invadido" dos estrangeiros que apostam nas oficinas do saber do Zimbabwe.

Pela primeira vez, antes dos tragicos acontecimentos no Haite, líderes de vários países (...) consideraram justa a decisão de Mugabe, as suas formas e a forma como esse conduz o país. Por mim pode ficar o tempo que quiser no poder até que deixe de haver ingerência nos assuntos do Zimbabwe.

Zicomo

26/1/10 1:55 da tarde  
Anonymous Fijamo said...

A melhor defesa é o ataque!

Este é um truque para manter Mugabe no poder até a morte com vista a escapar a um possível julgamento pelo Tribunal Criminal Internacional de Haia devido ao despejo, em 2005, de centenas de milhar de pessoas que viviam nos bairros de lata constituiu um crime contra a Humanidade.
A chamada “Operação Murambatsvina”, a iniciativa lançada pelo governo do presidente Mugabe para a limpeza urbana destinada a destruir casas ilegais e barracas e neutralizar um florescente mercado paralelo.
Um acto que a ONU na altura qualificou de “desastrosa” e de ”indiscriminada” e que deixou sem casa e sem os seus pequenos negócios mais de 700 mil pessoas.
Portanto, este e outros crimes perpetrados pelo Sr. Mugabe e os seus acólitos.

PS:. Ora viva Viriato Dias,,,, os bons olhos t vejam!

26/1/10 3:20 da tarde  
Blogger Conde da Arabias said...

O Viriato Dias quer prmover a ditadura em Moçambique?
Es contra a democracia....
estas a perder o tempo
Esqueça!
Um dia.....terá o seu fim
ISHE HWÉ

26/1/10 5:24 da tarde  
Anonymous ricardo said...

Ora ai esta, o nosso Salazar Negro!

Enfim, apenas acho que as alteracoes a Constituicao daquele pais incluam:

1- A alteracao do nome de Republica do Zimbabwe para Republica Popular e Democratica do Zimbabwe (RPDZ) - Angola tambem deveria seguir este exemplo - e;

2- A anexacao das provincias de Manica e Sofala ao Zimbabwe, porque, em 2020, havera mais cidadaos zimbabweanos do que mocambicanos a viver nesses lugares.

Por coerencia, acho.

26/1/10 5:27 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Loucura mesmo!
Só um louco é que não consegue ver o quanto ele é um louco.
Mugabe carismatico????
MPA

26/1/10 5:28 da tarde  
Anonymous Viriato Dias said...

Mal curei-me das cicatrizes causado por tantas sovas que recebi aqui e ali pelas minhas posições em determinados assuntos de interesse nacional e internacional, e já há quem reforçou o seu arsenal para desfazer as cozeduras de uma ferida doida. Salazar negro, eu? Agradece-se ao Chissano e ao professor por essa liberdade das pessoas bocejarem o que querem, quanto não seriam capazes de se insultar a si mesmo, ou melhor, nem admitiriam que alguém o fizesse contra eles.

Indo ao que mais interessa, talvez para pôr um ponto final neste assunto, claro, pessoalmente não voltarei a este assunto por hoje: sou apologista de Mugabe e defendo-o. Nunca um líder africano fez tão bem para o seu povo e pelo Continente-Mãe em geral como Mugabe, apesar das ladeiras dos trilhos percorridos para se atingir esta perfeição. Mugabe veio trazer uma outra forma do resto do mundo olhar para a África, não como lacaio muito eternos sobreviventes (alguém diria que somos iguais aos lombrigas, que não conseguimos viver fora do verme), mas sim como heróis e donos de nossa própria vida. Foi Mugabe quem se bateu para que o povo zimbaweano tivesse uma independência, apesar das adversidades que isso custou àquele povo irmão (e levará anos para que o país saia dos escombros).

Onde é que não há ditadura? Onde é que não atrocidades? Onde a democracia faz escola aprende-se a invadir países alheios, matando crianças, destruindo escolas, pilhando, roubando, saqueando, enfim, tudo fazem em nome da bendita democracia. Por acaso alguém se esqueceu de dizer que os tempos das vacas gordas no Zimbabwe (que eu conheci) foi graças a Mugabe, foi ele quem sempre esteve na batuta, foi ele quem sempre lutou pela igualdade do seu povo, pela prosperidade, isso ninguém se lembra. O que se diz é que Mugabe é ditador! Esse mesmo Mugabe que há 15 anos era herói! Este mundo é complicado. Quando se deixa de dizer “yes man” morrer-se envenenado ou difamado, infelizmente, esta é a lei da vida.

Zicomo

26/1/10 7:05 da tarde  
Anonymous ricardo said...

Sr. Dias...

Se mal lhe pergunte, onde e que voce vive agora, no Zimbabwe?

Se nao, convido-o a ir viver para la logo que puder.

Desejo-lhe muitos sucessos profissionais (e politicos). Sinceramente.

26/1/10 7:49 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

...qualquer espírito tolerante ,mais do que democrático tem por filosofia respeitar a diferença de opinião,mas...
é muita crueldade ,muito sangue frio,alguém se esquecer da grande tragédia social e humana que está a destruir o povo do Zimbabwe !!!
O sr. Mugabe alimenta o africanismo retro ,o dos reinados do Monomotapa ,do Chaka Zulo,etc o
de certas mentes complexadas...
...ser africano não implica correr com tudo que não é negro,nem significa tratar o Ocidente com pedradas e insultos !!!
... enfrentar os poderosos do primeiro mundo não pode servir de razão para se provocar a destruição dum povo,dum país...tenha paciência !!!!
Tóxico

26/1/10 9:17 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Sr Viriato! voce é um homem perigoso!
Onde quer tentar chegar com essas suas ideias?
Não queremos viver o terror que vive o povo Zimbabweano!

Agradece-se ao Afonso Dlakhama e...ao Chissano.
o mérito do AGP é daquele que iniciou e teve a capacidade de terminar com a guerra.
Moçambique já não tinha capacidade de controlar o País.

O Professor, todos nós e incluíndo voce, a eles devemos!
Não traga pensamentos de 1975.

27/1/10 6:58 da manhã  
Blogger BMatsombe said...

Deixe-se Viriato expor a suas ideias, sou completamente contra elas, mas nada de lhe chamar... perigoso.

27/1/10 9:18 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

aliás de perigoso não tem nada,talvez utópico...mas o mundo está cheio de sonhadores e de criadores surrealistas...
...sorte nossa que esse tipo de utopia nunca nos atingiu !!
Tóxico

27/1/10 12:17 da tarde  
Anonymous Viriato Dias said...

Continuo a pensar que os pontos de vistas daqueles que me atacam fazem-no com uma doze de populismo roçando a “mente limpa”. Dizem aquilo que na prática não eram capazes de fazer, tudo para aparecer, é o tal de “mente limpa”.

Conheço muito bem este tipo de gente com cadastro nos psicólogos. São recordistas em atacar as opiniões contrárias sem nunca conseguirem defender as suas. Seriam, caso quisessem concorrer, aprovados nessa categoria no guinness book.

Não compreendo onde está o mal de Mugabe? Fico horas a fio a pensar e a vasculhar os possíveis erros de Mugabe, mas não vejo. A história desse homem divide-se em três partes. A primeira é antes da independência. Foi ele (para os distraídos), Mugabe, quem deu a sua vida e juventude para que o Zimbabwe fosse hoje independente.

A segunda é o da prosperidade do país (também para os distraídos). Foi ele, as suas ideias, as suas teses e directrizes que conduziram o país ao êxito de que há memória.
E não se enganem, não foram os dito cujo que construíram aquele império onde a paz reinava por completo.

Bastou ver que o Zimbabwe estava a progredir, que afinal os africanos eram e somos capazes de fazer a diferença, para destruir tudo EM NOME DO INTERESSE INTERNACIONAL, ou seja, DOS DIREITOS HUMANOS! Que direitos humanos? A mim não me enganam.

A última parte é aquela que os seus detractores tentam construir. Um homem que sempre se bateu pelo interesse do seu povo estava a desafiar um colosso mundial. Agora compreendo o alcance desta frase “a formiga pode não fazer descarrilar o comboio, mas ode morder o maquinista e esse por sua vez descarrilar o comboio.”

Bem dizia o meu amigo são-tomense que as chapadas dos sem braços são mais fortes do que aqueles que o tem.

Quero que alguém, com a santa paciência numerasse as coisas boas e más de Mugabe e que as coloque numa balança para depois ver para que lado ela pesa.

Se Mugabe é tão ruim assim, então Bush deve ser o próximo premiado à Nobel da Paz, porque em contrário, seria um absurdo!

Sim, Dhlakama trouxe a paz. E só foi por esquecimento que não mencionei o seu nome.
Zicomo

27/1/10 3:15 da tarde  
Anonymous ricardo said...

E a luz resplandece nas trevas, e as trevas nao a compreenderam(Joao 1:5c)

Para que conste, ja que se esta a idolatrar o HEROI MUGABE que sacrificou a sua vida para libertacao de seu povo.

Ainda me lembro do "stor" de Ingles chamado Robert Gabriel Mugabe, que disparava a sua arma preferida: palavras na Lingua de Shakespeare para os nossos ouvidos incautos. Mas nao seria a mesma pessoa. Nao pode ser, o verdadeiro estava na mata a combater...

Agora, HEROI? Perguntassem ao Josiah Tongongara. Esse sim, e que seria o presidente do Zimbabwe, caso nao fosse misteriosamente evaporado num fatidico acidente de viacao.

Eis Mugabe, o verdadeiro SOCIALISTA!

Posso imaginar o que sucedera em 2020, quando Mugabe for visitar a uma das suas novas residencias - o hospício do dr. MABUSE - onde sera recebido por uma comissão de pacientes e iluminados adeptos.
— Viva o Presidente Robert Mugabe! Viva o Heroi! - explodira a multidao ululante.
Mas ao ver que nem todos os iluminados da comissão estao aos gritos, mandara um dos seus ferozes assessores para interroga-lo, ali mesmo:
— E você, porque é que não está gritando: "Viva o Heroi Africano"?
— Porque eu não sou louco, sou o médico dele!

27/1/10 4:01 da tarde  
Anonymous Fijamo - Quelimane said...

Deixem o Viriato em Paz,,,, ele ja demonstrou ser um jovem com background para dar e vender! Sao as suas opnioes,,, respeitem

PS:. Ja agora ilustre Viriato, por onde andam os seus artigos no Autarca? Forca

27/1/10 5:52 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Viriato!
Ele deu a sua juventude para se transformar num monstro, ditador Hitler da Afrika, massacrando o seu própio povo!
Que vergonha!
mente um pouco polída.
duvido que chegue a até 2020
Se lá chegar, já não saberá como governar....

27/1/10 5:59 da tarde  
Anonymous Viriato Dias said...

Fijamo,

Os artigos estão na forja.

Quanto ao Ricardo, tenho pena que o meu amigo não tenha conseguido mencionar os erros de Mugabe. Fiquei à espera que as enumerasse. Mas não, preferiu complicar as coisas. Ficou mesmo pela irónia, como quem estivesse a substituir o outro!!! Camões não ia gostar nada disso.

Eu estive no Zimbabwe nos tempos mais dificeis. Tenho o meu coração lá e é para lá onde gostaria de debitar os meus conhecimentos em várias áreas, se bem que Tete e o meu trabalho de professor em Nampula ainda esperam por mim. Mas, confesso, se pudesse ia hoje mesmo ao Zimbabwe ajudar aquele povo irmão.

Lamento que Mugabe esteja a seer considerado nos dias de hoje de ditador. Não há pelo menos uma única pessoa que consiga dizer em meio porcento que aquele homem tem um pingo de dignidade, que é vítima de uma cabala, NINGUÉM se dá ao luxo de fazer uma autopsia da história do Zimbabwe. Apenas limitam a acusá-lo.

Quando se envadiu i Iraque de Saddam lembro-me de quantas pessoas a aplaudir, como aplaudem as mortes de palestinianos. Até parece que os ditadores só existem em África, fora disso SÃO MESSIAS EM BUSCA DE SALVAÇÃO DO MUNDO, DA ÁFRICA, LÁ ONDE AS PESSOAS SE GUERREIAM, MATAM-SE, LÁ ONDE ONDE DEUS SE ESQUECEU DE ACORDAR OU DE PARIR TRANQUILIDADE. Eu não penso assim amigos.

Voltarei ao tema. Por hora a preparação da visita de Malangatana, nosso petróleo.

Zicomo

27/1/10 6:24 da tarde  
Anonymous ricardo said...

Meu caro...

Eu nao enumero ERROS de Mugabe, porque ele proprio, converteu-se no maior erro da SADC!

E nao perco o meu tempo com ninharias.

Mas uma vez que sou magnanimo, e constato que a V. memoria e curta, alem da incrivel persistencia no assunto, ocupe o seu tempo lendo alguma coisa:

http://allafrica.asterpix.com/cy/2419501/?q=Zimbabawe+Mistakes&c=2ad87de40b6811dfb82a0019b9c07d9f

E veja se reflicta com imparcialidade. A bem da ciencia, o Zimbabwe agradece.

E que das minudencias nao reza a historia...

P.S.

Voce ainda duvida que MUGABE nao passou de um obscuro guerrilheiro de gabinete enquanto viveu em Mocambique?! Va aos arquivos da Educacao e confira.

P.S.S.

Esta a ver Linnete, a mensagem que se passa na FONTE e muito diferente daquilo que vemos no nosso quotidiano. Eis o problema capital.

27/1/10 7:38 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

... nos tempos de crise em Moçambique ,nos idos anos 80, os áureos tempos do Zimbabwe com Mugabe, eu viajava todos os meses para Harare,via Cuchamano, para ir fazer compras,...
Harare era uma cidade cosmopolita e actualíssima,por exemplo,em termos de cinema ,estreavam filmes, primeiro que em muitos pontos da Europa...
A viajem de Cuchamano até Harare ,era um encher os olhos de grandes plantações de milho,o gado gordo e saudável era aos milhares,as placas de sinalização avisando o perigo de gado na estrada eram ás dezenas...
os restaurantes de 1ª qualidade,as lojas,etc
O Zimbabweano mostrava um orgulho pelo seu país a todo momento,eram corteses ,competentes,etc
a diferença era tão grande,que inclusive certos indivíduos da migração Zimbabweana,tinham um trato de desprezo para com os moçambicanos que tentavam em Cuchamano atravessar para fazer certas compras...viviam num mundo de sonho !!!
Conviviam os brancos e os negros em paz,cada um interessado na sua vida pessoal,não se sentia qualquer tipo de frustração no ar...
Iam-se ás várias lojas das Farms á volta de Harare e comprava-se desde o pão aos lacticínios,vegetais,carne de grande qualidade a preços bastante acessíveis...
Esse Zimbabwe de Mugabe eu conheci bem !!!!!
Maravilhoso exemplo para todos países saídos das independências !!!!
Tenho pena que indivíduos ,formados,que vivem num país democrático como Moçambique , tenham uma estranha cegueira,um non-sence de análise,enfim...os meus muitos amigos Zimbabweanos,que vão resistindo como podem,vivem um pesadelo infindável,e por eles o meu fígado fica virado quando leio os apologistas do ditador ,insencívelmente vomitando tanta bacorada enquanto o povo do Zimb´bwe vai desaparecendo ,se tornando invisível !!!
O que conseguiu o Mugabe com as suas alucinações?
Será que o Zimbabwe hoje é melhor que nesses anos?
O povo vive feliz?
Qual o objectivo dessa tão radical mudança de rumo?
Zicomo
Tóxico

27/1/10 9:25 da tarde  
Anonymous Viriato Dias said...

Bem, o que posso mais dizer depois de tanto preconceito? Era só para lembrar que Mugabe é o presidente do Zimbabwe. E será eterno herói daquele país irmão.

O resto, se bem que percebi, são frustrações debitadas por quem se viu impedido de tirar dividendos a custa dos outros. Não é por acaso que o combate contra sistemas e líderes africanos não passa de derrotas, porque o fazem com emoção e sentido de ódio. A cor deixou de ser a arma de arremesso para tirar partidos das coisas alheias. Aleluia!!!

PS: Ver os arquivos é coisa que faço. A minha garganta já visitou o médico umas 12 vezes só neste ano. É sinal de que o meu contacto com os livros é BOM. Só ainda não fui nesse arquivo que o meu chamuale quer, lá onde os heróis são pessoas que matam e ganham prémios. Mugabe certamente, não sendo um assassino, jamais seria um herói, até porque combateu sistema que tinha se implantado feio pulga no Zimbabwe.

PS2: Mia Couto quando se informou correu o mundo para dizer a verdade em relação ao Zimbabwe. Chissano aquem o mundo venera apoia incondicionalmente o Zimbabwe.

QUANDO O COLONIALISTA PORTUGUES SAIU DE MOÇAMBIQUE O PAÍS NÃO DORMIA A FOME. ENTROU A FRELIMO E JÁ HÁ FOCOS DE FOME, MAS NEM POR ISSO QUE SE DEVE DIZER QUE SOU A FAVOR DO COLONIALISTA. Esta resposta vai para o Tóxico que deve mesmo andar tóxico.

Aqui termino, Zicomo

28/1/10 3:08 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

..pelo q vejo o seu verniz estalou e fico satisfeito,
Normalmente,as pessoas mal formadas, quando se não tem argumentos,passam ao insulto.
quanto ao seu posicionamento,mantênha-o só seu e não vá buscar o Mia ou o Chissano,porque de nada serve,eles estão num outro patamar e não comungam das suas ideias de certeza absoluta.
O povo do Zimbabwe teve o azar de quando o País estava realmente no caminho certo o seu presidente,o lunático Mugabe enlouqueceu...
...todo mundo conhece os seus tiques nervosos de louco,conhece os escândalos da sua esposa em terras estrangeira, isto só para dizer que não se está bem naquelas cabeças...
O mérito do Mugabe ,ninguém lhe tira,mas isso só até a loucura o acometer.
a sua comparação final é irrelevante e sem sentido...o Mugabe manteve o País a funcionar bem durante muitos anos,até flipar dos brains...
...em Moçambique,após a Independencia entramos numa guerra civil que tudo destruiu...
...depois dos acordos de Roma o nosso País vem crescendo todos os dias ,e não vi nenhum Presidente a desalojar o pessoal da periferia de Maputo,ou a correr com quem trabalha a terra,aliás muitos dos farmeiros corridos pelo seu ídolo foram recebidos de braços abertos em Manica...
...agora o seu narcisismo era desnecessário,pois neste caso parece que tantos livros e tantos problemas na garganta não o fazem mais consciente e maduro.
você permanece bastante focado nas suas ideias,mesmo sabendo que não está dentro da razão !!!!
Odeio Ditadores,e sofro com o povo do Zimbabwe
Zicomo

28/1/10 9:03 da tarde  
Blogger umBhalane said...

Já em anterior comentário se referiu a

"A chamada “Operação Murambatsvina”, a iniciativa lançada pelo governo do presidente Mugabe para a limpeza urbana destinada a destruir casas ilegais e barracas e neutralizar um florescente mercado paralelo.
Um acto que a ONU na altura qualificou de “desastrosa” e de ”indiscriminada” e que deixou sem casa e sem os seus pequenos negócios mais de 700 mil pessoas."

Fijamo

É bom lembrar, posicionar os acontecimentos históricos, repor a VERDADE histórica.

Mr. Mugabe vai para o poder, como 1º Ministro em 1980, 18 Abril;

Em 1981, começa a guerra civil étnica, na qual se enquadra a tristemente célebre operação Gukurahundi, assim baptizada por ele, que em sua própria língua, Shona, se traduz - as primeiras chuvas que limpam os vestígios de milho, antes de uma nova colheita.

LIMPAR!

A repressão impiedosa, agora assumida pela V brigada do ZANLA (Zimbabwe African National Liberation Army), integrada exclusivamente por soldados Shona, da ZAPU, treinada e enquadrada por soldados/oficiais da Coreia do Norte, que dirigem e procedem ao arrasamento de centenas de povoações, com vítimas mortais na ordem dos 25.000 a 30.000 de Ndebeles – um autêntico GENOCÍDIO.

Em 22 Dezembro 1987, a ZAPU de Joshua Nkomo capitula, e segue-se a imposição totalitária da instauração do partido único, centrado na figura de Mr. Mugabe.

Meus Srs(as), Mr. Mugabe só destruiu. Ele herdou um país comproblemas políticos por resolver, mas economicamente o Zimbabué que recebeu estava no auge - o resto foi mera inércia, a que se seguiu a degradação constante e a ruína absoluta.

Mas isso, toda a gente já sabe.

Agora, é preciso definir muito bem uma coisa - Mr. Mugabe não desenvolveu NADA, não governou NADA, apenas DESTRUIU.

Passando por cima do seu envolvimento na guerra do Congo, uma triste história para contar.

Mugabe herdou, Mugabe destruiu.

Desconseguiu.

29/1/10 1:02 da tarde  
Anonymous Viriato Dias said...

É bom lembrar, posicionar os acontecimentos históricos, repor a VERDADE histórica.

Disse o irónico..... Na África do Sul nada aconteceu, em Portugal nada aconteceu, na Rússia nada aconteceu, na Alemanha nada aconteceu, finalmente, em Moçambique também nada aconteceu?

Se o Mundo funcionasse assim, com base em rancores e saudosismos generalizado, talvez não houvesse a dita Comissão da Verdade e Reconciliação. Seria um ajuste de contas eterno.

Mas atenção, Mugabe só é santo em relação aquilo que o apodam. Não vejo nenhuma culpa do país estar como esstá. Ele herdou um país economicamente BEM, mas nas terras jaziam milhares e milhares de zimbabweanos mortos. Nessa altura ninguém levantou a questão. Como ninguém hoje tem a coragem de levantar este ponto. Para esse grupo de pessoas Mugabe cntinua a ser o mau da fita. Sabem porquê? Por ter tido as coisas no lugar e a coragem de destruir um leão indomável implantado no país.

Mesmo Moçambique sofreu as mesmas consequências quando teve que se bater pela independência do país. Foi graças a Samora Machel que não vendemos o nosso cônscio, pelo contrário, lutamos.

Agora pergunto: OS LEÕES INDOMÁVEIS SAIRAM HÁ MUITO TEMPO DO ZIMBABWE, SERÁ QUE O PAÍS ACABOU?

É DOLOROSO TER QUE DIZER ISSO, MAS OS ACONTECIENTOS NO HAITE DÃO SONO AO MUGABE, POIS OS CÃES RAFEIROS ESTÃO CONCENTRADOS EM VASCULHAR AQUILO QUE RESTOU DOS ESCOMBROS EM DETRIMENTO DE MUGABE, POR ENQUANTO!

Um abraço

29/1/10 3:08 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

....hum,já percebi,o problema eram os leões indomáveis...
mais um pouco de coragem e chame pelo verdadeiro nome o que está a chamar por metáforas !!!!
Mandela é o africano maior pela sua magnanimidade,e os leões indomáveis que realizaram das maiores selvajarias ao seu povo ,foram por ele abraçados e perdoados, não enforcados ou fuzilados ou escorraçados como cães,caso fosse outro que não o Grande e Único Sua Excª Nelson Mandela !!!!
O mundo curvou-se e curva-se a seus pés !!!
A sua estátua está conjuntamente com outros ilustres da história em Parlament Square em Londres ao la do de Churchil,Lincon,etc...
Essa é a grande diferença de visão,
o amor ao seu povo e a superioridade intelectual dum verdadeiro líder !!!!!
Falar de Mugabe e de leões indomáveis só faz sentido em espíritos vingativos e não só,em espíritos egoistas que se preocupam mais com o seu umbigo que com o seu próprio povo !!!
Zicomo
Tóxico

29/1/10 4:36 da tarde  
Blogger umBhalane said...

Contra factos não há argumentos.

Massacre de 25.000 a 30.000 de Ndebeles - com auxílio de mercenários norte-coreanos.

TRIBALISMO puro. MASSACRE étnico.

Ditadura totalitária assassina, e altamente corrupta, tribalista e racista, com Mugabe e seus acólitos no poder - autênticos fascistas.

País em ruínas - com 3,5 a 4 milhões de refugiados em países vizinhos.

Contra factos não há argumentos.

umBhalane,

O irónico leão branco indomável,...

Nota - Também podia assinar José Sabão Manteiga, genuínos nomes da Zambézia, segundo alguns "académicos" Moçambicanos,

ou Manuel Viriato Dias e Afonso, ou mesmo Vasco Viriato Dias de Albuquerque, nomes usados por meus ilustres antepassados.

29/1/10 6:22 da tarde  
Anonymous ricardo said...

A proposito de Mandela e perante os sofismas que somos obrigados a engolir nesta vida, socorro-me deste grande vulto da sabedoria, dirigindo-me ao grupo restrito de pessoas inteligentes deste blog.

<>

O resto, e como as fraldas, deviam ser mudadas regularmente. Por motivos obvios...

29/1/10 6:41 da tarde  
Anonymous ricardo said...

Ninguem nasce odiando outra pessoa pela cor da sua pele, pela sua origem ou ainda pela sua religiao. Para odiar, as pessoas precisam de aprender e, se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar (Nelson Mandela)

29/1/10 7:07 da tarde  
Anonymous Viriato Dias said...

Certa vez entrevistaram José Hermano Saraiva (meu amigo, historiador) porquê é que, sendo ele considerado um dos 5 maiores portugueses de todos os tempos (fonte: www.rtp.pt) não tinha uma única estatua sua em Portugal? De forma sabia e bastante lúcida respondeu: - Os títulos em referência, quer em Portugal, quer no mundo inteiro, são atribuídos em função de estrabismos (divergência) políticos e serviços de secretaria. Espero estar a responder ao tóxico, meu desconhecido amigo intoxicado pela poeira da santa ignorância.Catarata politica não é doença sem cura! Por isso, cure-se.

Mugabe não precisa de estátuas nem de se comprar com Mandela (estou a responder ao outro acólito) porque a sua maior estátua é o povo, a liberdade que se respira no Zimbabwe. E não me admira que dentro de alguns anos se ergue sobre a grande Maputo, mesmo ali no Comando da PRM, uma estátua de Anibalzinho, por este ter se evadido mais do que uma vez das masmorras. Quanto a Mandela, não tenho absolutamente nada contra os seus feitos, pelo contrário, honra-me, embora reconheça que há um certo exagero para aquilo que ele fez. Sizulu e outros, que mais sofreram o gume do apartheid, como Mugabe, bem mereciam outros lugares no pódio.

E digo mais, NÃO JULGUÉM QUE A SITUCÃO NA RAS É ESTACIONÁRIA. NÃO JULGUEM QUE A RAIZ DO ÓDIO, DAS INJUSTICAS, DO APARTHEID SAROU! NÃO SE ENGANEM, A XENOFOBIA É UM ALERTA À NAVEGACAO. COMO DIRIA O MEU MESTRE ALONI, QUEM AVISA, AMIGO É!

Quanto ao outro (extremista nas palavras e anémico nas acções) que até faz jus para que o professor descarte as minhas modesta opiniões, sinto muito que este desejo esteja a cair em saco roto, pois o professor não perdeu a lucidez para dar provimento a um pedido descambado de lógica e razão. Se quer mesmo saber, o professor não paga impostos do seu Diário de um Sociólogo para agradar a uns em detrimento de outros. Também não é uma pessoa desnorteada, por pouco que lhe conheço, para exterminar pontos de vista contrários aos seus, desde que, claro, estejam dentro das regras por ele estipulados. Pode os consultar neste blogue. Por isso, acautele-se.

AGRADECIA QUE ESTE ROLE DE CRIMES DE MUGABE FOSSEM SUSTENTADAS COM FONTES. MAS ATENCAO, QUERO FONTES CREDIVEIS. E AGRADECIA TAMBÉM QUE ME RESPONDESSE PORQUE É QUE MUBAGE, SENDO ASSASSINO COMO DIZEM, NÃO ESTÁ NO BANCO DOS TRIBUNAIS, LÁ ONDE GOSTAM DE ACOMODAR OS POLITICOS, EM HAIA? QUE EU SAIBA, OS LEOES INDOMAVEIS DEPOIS DE TUDO O QUE SE VE NO IRAQUE? CONTINUAM NAS SUAS QUINTAS, FARMAS, ETC E À ESPERA QUE UM ORGANISMO LHES DE O TITULO DE HEROIS, SE BEM QUE OS SEUS VASSALOS AQUI JÁ O FAZEM.

Aqui tenho e fico com saudades de Samora Machel, nenhum tirano nos irá vencer, cantava eu na primária.

Zicomo

29/1/10 7:53 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

..caro Ricardo,faz-me feliz saber que somos muitos,muitos mesmo , e isso é uma garantia que o futuro de Moçambique não será este presente dúbio,de consentimentos subservientes ,em que os leões indomáveis ,conforme os baptizou o Viriato,foram substituídos por mambas rastejantes e traiçoeiras...que se metamorfoseiam de obesos tacudos,devotos fanáticos do vil metal acima de qualquer preço,se enchendo e esquecendo que os caixões não têm gavetas para transportar suas riquezas !!!!
O cultivo do espírito,da mente ,está infelizmente relegado neste País, a meia dúzia de teimosos conscientes !!!
Este País tem cérebros e a seu tempo o caminho certo será trilhado !!!!
..aqueles que pretenderem continuar na vaidade duma ignorância afirmada ,não lhes restará blog algum para comentar !!!!
O futuro é já amanhã !!!!!
Tóxico

29/1/10 8:02 da tarde  
Anonymous ricardo said...

Quem dá importância a pequenas coisas é esposa de japonês (anonimo)


Cavalheiros e Damas, o principio de Peter revelou-se brutalmente neste blog. Ja e oficial, OS MARABUS diplomados atingiram a sua colocacao final de ideias.

Ainda se admiram V.Excias quando humildes servos, pobres e desorientados, que nao sabem sequer escrever seu nome, instituam a pratica dos linchamentos para resolucao dos seus problemas. Assiste-se-lhes o EXEMPLO!

O que e que nos falta mais acontecer aqui? Marretadas e zarabatanadas intelectuais?!

Tenham vergonha, se faz favor.

29/1/10 8:50 da tarde  
Anonymous Viriato Dias said...

O desespero de ver Mugabe morto é maior que a esperança que um dos leões indomáveis (lá para outro lados do império, e não da frustração, como alguns aqui se comportam) têm, de ver a sua mamã morta, para reinar. Aí, quem sabe, os que se batem pelos leões indomáveis talvez tenha, nessa altura, uma soberba oportunidade de pisar o solo moçambicano de onde foram escorraçados há mais de 30 anos. E também do Zimbabwe. E eu sempre achei que Samora Machel estava a ser justo nas suas decisões, pois, CROCODILO NÃO SE DOMÉSTICA, QUERENDO, FACA-O DE PEQUENO. NÓS, OS MANHUNGUES, DIZEMOS “MWANA WA MWAZI”. Mas eu, tal como os restantes moçambicanos e zimbabweanos, não costumamos cortar uma mão quando esta está suja, pelo contrário, lavamos. Serão perdoados.

O ser muito não significa ter razão. Os parlamentos desde a implantação da democracia no mundo as leis são aprovados pela maioria parlamentar, desde então nem todas elas resolvem os problemas dos países. A maioria serve, na minha opinião, para vencer o outro pelo poder do voto, mas NUNCA o da inteligência. Raras vezes isso acontece. Pode crer. É uma manigância da sua parte, Sr. Intoxicado, defender aquilo que na prática o senhor combate. Comece por reflectir numa coisa: DEIXE AS PORTAS DA SUA CASA ABERTA A VER SE ENTRA UM INTRUSO PARA TOMAR CONTA DOS SEUS PERTENCES. NÃO SEI SE ESTARIA DE ACORDO?

E, derrotado, puxa outros acólitos para me atacar, uma atitude baixa.
Só para terminar, entendi como ironia o recado (aliás, é vossa especialidade fazer ironia e esconder a cara, porque tem medo da verdade) “que nem blog faltará para escrever.” Dito isto até dá para rir. Se soubesse meu caro amigo intoxicado, tóxico pela cegueira politica, convites chegam-me de Portugal, da Bélgica e de Moçambique para escrever em jornais desses países, assim, debitar as minhas opiniões. Tem me faltado tempo para o feito.

Eu, contrariamente ao intoxicado, tenho muito que fazer. Só para ter uma ideia da minha rotina, sou escravo da ciência desde à nascença e é o que eu sei fazer. Não faço da ciência uma arma para subjugar os outros, mas sim para vencer o ódio, a vingança, o analfabetismo, e inércia, etc. Os meus 24h são dedicados à academia.

VOU TERMINAR COM UM RECADO: QUANDO TIVER TEMPO, AO INVES DE PERDER O SEU TEMPO EM BOCEJAR E À ESPERA QUE A CNN LHE DE NOTICIAS, NA HORA DE TELEJORNAL, DAS DESGRACAS DO ZIMBABWE, AGRADECIA QUE POUPASSE UNS VINTENS E VA LA, AO ZIMBABWE, VER COMO AS PESSOAS ESTAO FELIZES. POR FAVOR, SIGA O MEU CONSELHO QUE SO TEM A GANHAR. AH, SE A RIQUEZA DE MUGABE NÃO VAI COM ELE À COVA, É CLARO QUE OS SEUS ESPOLIOS TAMBÉM NÃO IRAO CONSIGO À ETERNA CASA ONDE A TODOS ESPERA, CEDO OU TARDE.
Zicomo

29/1/10 8:51 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

...pronto,pronto,pronto já entendi!!!!
Peço desculpa desde já ao Professor,por ter contribuído para que o nível deste papo acabasse a resvalar neste baixíssimo nível.
...entendo que posso me ter excedido na ironia, mas não fui insultuoso de modo algum !!!
Termino aqui mas sem deixar de dizer ao Sr.Viriato,que pelo menos e já que se apregoa uma sumidade , que um pouco de humildade que não lhe ficará nada mal.
Petulânte !!!!
..."amigo do professo Hermano Saraiva,ele tem quase 80 anos...
menosprezar o grande Mandela...
..que tem montes de jornais do mundo a espera de seus profícuos pensamentos...
insultos de cavalariça e um racismo descarado..
...boa sorte e até que novo assunto nos possa de novo fazer encontrar !!!
"Bem aventurados os pobres de espírito,que é deles o Reino dos Céus "
Kanimambo
Tóxico

29/1/10 9:24 da tarde  
Anonymous ricardo said...

Sr. V. Dias!

Eu sou um LIVRE PENSADOR. Nao sou acolito de ninguem.

Sou um self-made man que se recusa a conceber novamente na minha terra um Animal Farm de terceira categoria similar ao curral em que fomos obrigados a chafurdar nos curralentos anos 70 e 80, para ajudar-mos o seu idolo a coroar-se em Harare. E que agora nos faz pagar uma factura muito pesada. Portanto, temos toda a autoridade de chama-lo a razao quando tudo comeca a cheirar a alho. E muito menos sou fadado para trapezismo politiqueiro no sentido do cata-vento, Arturamente falando.

E considero que qualquer que fosse a razao do verbo de V.Excia pudesse ter, ela PERDEU-SE completamente na reles baixeza das ideias estupidas, irreflectidas e ate racistas que aqui nos propoe discutir. Deseja fontes crediveis para julgar Mugabe? Se calhar refere-se ao proprio Mugabe. Toma-nos por palermas?

Por isso, o silencio nestes casos e mesmo de ouro.

V.Excia, segundo sei, viaja frequentemente pelo continente dos leoes indomaveis. Se calhar relaciona-se intimamente com algumas leoas tambem. E fa-lo porque? Instinto masoquista?

Um verdadeiro intelectual nao se comporta assim. E para se ser intelectual nao interessam os diplomas. Conta a inteligencia e a tolerancia. Mocambique merece um discurso melhor para finalmente dar arranco a nossa enferrujada velharia.

Ce Ira!

29/1/10 9:56 da tarde  
Blogger umBhalane said...

A Universidade de Évora, o meu País/Pátria - Portugal - receberam-no de braços abertos numa altura muito difícil da sua vida, Viriato Caetano Dias.

E fizeram/fizemos muito bem.

Até recebemos e abrigamos facínoras assassinos dos nossos próprios soldados - Luís Cabral.

Recebemos Nino Vieira, longos anos.

Até pagamos dos nossos bolsos pensões, que tomaram muitos Portugueses, ter 1/4, um quarto delas!!!|

Tolerância - é isso que os leões indomáveis, racistas, colonialistas, exploradores e muitos outros impropérios fartos, que me cansei de ouvir directamente até 06/JUL1979.

E continua...

E calo-me por decência, porque não quero ser mesquinho, pequenino...

Não por falta de informação, a respeito da sua "ficha".

Sabe, porventura, que ideias racistas, fascistas e xenófobas são crime em Portugal, a terra que o acolhe, e lhe proporciona formação...

Não me faça chorar ainda mais os meus queridos impostos.


Zicomo

umBhalane, o leão branco indomável,...


Nota: Sem réplica da minha parte. Acabei de acabar, mesmo.

30/1/10 1:15 da tarde  
Anonymous Viriato Dias said...

Faça o favor de aumentar a capacidade do seu raciocínio, de Pentium 1 para o 4, se bem que mais do que isso, não conseguirá fazer. Vejo ainda mais uma coisa, que o sr. umBhalane anda a mijar fora do penico, até faz questão de desinformar o público com notícias que dizem respeito a minha pessoa. É normal para quem se sente baixo e inferior, pois eu a título de caridade até lhe posso oferecer alguma que tenho de sobra. A minha "ficha" só me faltava essa! Acredite que a minha tosse passou depois de ler esta e outras sandices suas. E não digo mais, mas permita-me, antes de terminar, se é que se sente filho de boa gente, de gema africana, por favor, não insulte aos africanos, insulte a mim: Viriato Dias. E ao fazê-lo, não esconda a cara, identifique-se. Atitudes racistas está a ter o Sr. quando faz comentários depreciativos dos dirigentes africanos sem dar nas vistas. Eu não, quando tenho que dizer mal uso a minha identidade verdadeira. Sou frontal.

PS: Por acaso é Mubage quem está a destruir o planeta com o aquecimento global. Aqui termino. Socialize-se.

30/1/10 3:34 da tarde  
Blogger Chacate Joaquim said...

Mugabe é um bom filhinho do Zimbabwé e da África mas já está no poder faz tempo por que não deixa os outros? será que os Zimbweanos só são os militares?

Temos que começar a cultivar a cultura de não vitaliciedade no poder.

1/2/10 10:49 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home